O FC Porto venceu o Tondela por 3-1, em jogo da 31.ª jornada da I Liga. O terceiro golo do FC Porto foi marcado já nos descontos, por Fábio Vieira, de grande penalidade, num golo que gerou cenas lamentáveis de indisciplina por parte de Marega.

O maliano sofreu a falta para a grande penalidade, ao ser empurrado na área por Filipe Sampaio. Marega queria marcar o penalti mas o banco do FC Porto ordenou que fosse o miúdo Fábio Vieira a bater. Uma decisão que desagradou e muito o avançado, tendo este dado um pontapé na bola, para longe. O árbitro Fábio Veríssimo mostrou-lhe amarelo por comportamento anti-desportivo.

Depois da conversão da grande penalidade, todos os jogadores do FC Porto foram festejar com Fábio Vieira, à exceção de Marega que se isolou do grupo. Pepe ainda tentou chamar-lhe a razão, mas sem sucesso.

Vários jogadores do FC Porto, incluindo Fábio Vieira, Otávio e MBemba tentaram acalmar o maliano mas Marega não estava para ninguém. Nos minutos finais, aliou-se completamente do jogo, longe da zona da bola, a falar sozinho. Depois ainda perdeu uma bola fácil numa tentativa de tabelinha com Luis Diáz e não esboçou qualquer reação para tentar recuperar o esférico.

Um ato de indisciplina que poderá custar caro ao maliano.

Esta não é a primeira vez que Moussa Marega se desentende com colegas de equipa.

Marega tinha feito o 2-0, a passe de Corona, golo que lhe permite igualar Alex Telles com melhor marcador do FC  Porto na I Liga, com 10 golos cada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.