O antigo selecionador deixou muitos elogios a Pinto da Costa no FC Porto, por tudo o que faz à frente do clube da Invicta.

"Sempre senti admiração pela sua liderança. Conseguiu resultados num contexto histórico em que o futebol português era dominado pelos lisboetas. Escolheu uma equipa de trabalho e jogadores para o acompanharem. O crescimento do clube deu-se em climas político, económico e desportivo muito difíceis", disse Carlos Queiroz, em entrevista à "France Football".

O selecionador do Irão admitiu que seria uma grande oportunidade trabalhar no Dragão.

"Treinar o FC Porto é uma oportunidade que honra qualquer treinador. Já tive essa possibilidade quando tinha contrato com a Federação dos Estados Unidos. Todos os técnicos que trabalharam com Pinto da Costa e com os quais tive a oportunidade de conversar só tiveram a dizer bem. Pode cometer erros mas se há algo que Pinto da Costa não faz é marcar deliberadamente golos na própria baliza. Conheço alguns que o fazem”, disse.

O FC Porto é atualmente orientado por José Peseiro, com que já trabalhou no passado no Real Madrid.

"Há oportunidades que não se podem recusar, como quando estivemos no Real Madrid. Tu aceitas e depois é que refletes. Foi isto que eu lhe disse. Se o FC Porto o chamou é porque ele tem qualidade para isso. Com o tempo e com outras soluções técnicas, vai corresponder às expectativas do clube”, explicou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.