Depois da reunião em São Bento com os três grandes, a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Carlos Pereira apelidou os três grandes de "traidores". Pinto da Costa exigiu um pedido de desculpas e o presidente do Marítimo já respondeu.

"Não percebo onde está a ofensa, mas percebo se dá jeito não reunir com o Benfica e com o Sporting, tem todo o direito de o fazer. Não tem é o direito de me usar para não estar em reuniões que foram aconselhadas a serem feitas, porque a posição tomada para a 2ª Liga dá muito jeito à 1ª Liga, mas, infelizmente, não vou ser campeão. Por isso, que me perdoe o meu amigo Jorge Nuno Pinto da Costa, mas vou ser igual ao que sempre fui", referiu Carlos Pereira, em declarações à RTP Madeira.

Recorde-se que o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, recusou representar os clubes numa reunião com os operadores televisivos, devido às palavras de Carlos Pereira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.