O Benfica venceu hoje em casa do Feirense por 4-1, em jogo da 28.ª jornada da I Liga de futebol, recuperando a liderança da prova. A equipa de Santa Maria da Feira, cada vez mais isolada no último lugar, ainda esteve em vantagem, com um golo de Sturgeon, aos 10 minutos, mas os 'encarnados' deram a volta ainda na primeira parte, com golos de Pizzi, aos 40, na conversão de uma grande penalidade, e de André Almeida, aos 45+2.

Um erro do guarda-redes 'fogaceiro' Caio Secco, a abrir praticamente a segunda parte, permitiu às 'águias' ampliarem a vantagem, através de Seferovic, aos 49, jogador que 'bisou' no encontro, aos 89, destacando-se ainda mais na liderança da lista dos melhores marcadores da prova, com 18 golos.

No final do jogo, Bruno Lage reconheceu alguns dificuldades do Benfica no início do encontro.

"Jogámos num campo muito difícil, contra uma grande equipa, independentemente da posição que ocupa. O Feirense é uma belíssima equipa, recheada de grandes valores e com um treinador de grande nível. A entrada foi um pouco dividida. Sofremos um golo numa situação em que o Feirense é muito forte, com fortes cruzamentos. Uma falta de coordenação entre o guarda-redes e o lateral permitiu o golo do adversário. Foi uma entrada muito boa do Feirense, e a nossa exibição cresceu a partir daí. Chegámos ao intervalo já em vantagem, e tivemos uma entrada de campeão, que era o que tínhamos que fazer. É uma vitória justa, num campo muito difícil e num bom jogo", começou por dizer Bruno Lage em declarações à Sport TV.

"Por incrível que pareça, é ter paciência na circulação e não entrar em ansiedade. Houve um momento em que cruzámos muito a bola, e, perante esta equipa, tínhamos que ter muita paciência. É sinal de menos jogos e menos tempo, e há que ter paciência para fazer as coisas bem feitas", acrescentou o técnico do Benfica.

"Queria procurar a sua [Taarabt] qualidade individual, que tem muita, e os espaços interiores. Percebemos que podia ligar muito bem com o Grimaldo, e foi o que fez. É um indivíduo que liga bem e tem uma forte combinação com os homens da frente. Penso que, com o resultado, estamos muito satisfeitos com o Adel, mas também com toda a gente", frisou o técnico do Benfica sobre a titularidade de Taarabt.

"Estamos a falar de jogadores habituados a estas circunstâncias. Chegámos até aqui a dizer que era jogo a jogo, e agora é final a final", sentenciou Bruno Lage sobre a gestão emocional que será necessária até ao último jogo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.