O Benfica recorreu esta quarta-feira às redes sociais e à sua habitual newsletter diária para para falar sobre o ato de racismo de que Moussa Marega, jogador do FC Porto, foi alvo, classificando-o de deplorável e recordando que a maior figura de sempre da equipa foi Eusébio. As 'águias' apelaram ao fim da discriminação.

"O Sport Lisboa e Benfica e a sua Fundação todos os dias fazem da solidariedade e da inclusão uma ação permanente, e de há muito que fazemos do combate ao racismo uma causa prioritária, participando de forma ativa em diversas iniciativas da UEFA. Mais do que nunca, confrontados com o deplorável ato de racismo de que o jogador Marega foi vítima, importa recordar as palavras do Presidente Luís Filipe Vieira quando, a 23 de outubro de 2019, lançámos uma pioneira iniciativa pela igualdade junto da UEFA", pode ler-se na News Benfica.

"O Sport Lisboa e Benfica fez questão de se associar à campanha #EqualGame da UEFA, porque a nossa história, como instituição de referência desportiva em Portugal, no resto da Europa e no mundo, acolhe múltiplos exemplos e tem tudo a ver com os valores de inclusão, de diversidade e de acessibilidade que esta iniciativa promove e que estão inscritos na nossa identidade", frisam os 'encarnados'.

"Uma das nossas grandes forças sempre foi sermos um espaço aberto, popular e diversificado de talento, de oportunidades e de humanismo, bastando recordar esse maior símbolo do nosso clube, Eusébio da Silva Ferreira", lembram as 'águias'.

"Nas competições desportivas como na vida não pode haver espaço para a discriminação, seja ela de que natureza for. Em campo somos todos iguais", termina a newsletter do Benfica publicada no site oficial do clube.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.