O Benfica goleou este domingo o Feirense por 4-1 em jogo a contar para a 28ª jornada do campeonato nacional e regressou à liderança da prova em igualdade pontual com o FC Porto, mas em vantagem no confronto direto com os portistas. Sturgeon abriu o marcador aos 10 minutos, mas Pizzi e André Almeida operaram a reviravolta antes do intervalo. Seferovic ampliou a vantagem no arranque da segunda parte e fixou o resultado final já em cima do minuto 90.

No regresso ao campeonato nacional após a eliminação na Taça de Portugal frente ao Sporting, o Benfica apresentou-se no reduto do 'lanterna vermelha' com cinco alterações no onze titular. A estreia de Taarabt na equipa titular do Benfica foi a principal novidade no regresso à titularidade de Vlachodimos, Ferro, Samaris, e Seferovic. Florentino também voltou a ser titular num jogo em que o Feirense começou melhor.

Num jogo em que estava obrigado a vencer, o Benfica ficou em desvantagem a partir dos 10 minutos na sequência de um cruzamento de Edson Farias para o segundo poste onde apareceu Sturgeon a fuzilar Odysseas Vlachodimos para o 1-0.

Com Taarabt no meio campo do Benfica à procura de linhas de passe para dar profundidade ao ataque encarnado, o Feirense soube explorar as transições rápidas para criar perigo junto à baliza de Vlachodimos. Ferro e Rúben Dias estavam 'afinados' nas marcações, mas aos 20 minutos o Feirense voltou a introduzir a bola no fundo da baliza do Benfica. O lance acabou por ser anulado por João Pinheiro por indicação do árbitro auxiliar por alegado fora-de-jogo de Briseño. Vítor Bruno bateu um livre favorável à equipa da casa, a bola entrou na baliza de Odysseas, mas o árbitro anulou o lance por entender que Briseño estava em fora-de-jogo e terá incomodado a acção do guarda-redes encarnado.

A perder por 1-0, o Benfica acusou a pressão da desvantagem e não conseguia criar situações de perigo junto à baliza de Caio Secco. Aos 31 minutos, Taraabt tentou um remate de longe, mas o esférico saiu fraco e à figura de Caio Secco. Minutos depois, um grande remate de Pizzi obrigou Caio Secco a aplicar-se na defesa, e na recarga Taraabt levantou muito a bola e o remate acabou por sair por cima.

Aos 36 minutos, Ghazal tocou em Pizzi na grande área do Feirense numa disputa de bola, mas o árbitro nada assinalou. No entanto, o vídeo-árbitro deu indicação a João Pinheiro de possível grande penalidade. O árbitro acabou por assinalar castigo máximo após visualizar as imagens do lance e Pizzi chamado à conversão não falhou e atirou para o 1-1 aos 40 minutos.

O golo do empate trouxe outra tranquilidade emocional ao Benfica, mas o Feirense tentou reagir de imediato com um cruzamento perigoso de Vítor Bruno que Ferro afastou de cabeça.

Aos 43 minutos, Seferovic assistiu João Félix para o 2-1, mas o golo acabaria por ser anulado por fora de jogo do avançado português. Com três minutos de compensação, o Benfica chegou à vantagem no marcador aos 47 minutos na sequência de um pontapé de canto. Pizzi cruza para Samaris e o médio grego amortece de cabeça para André Almeida que na pequena área fuzilou Caio Secco para o 2-1.

No segundo tempo, as equipas regressaram dos balneários sem alterações e logo aos 49 minutos Seferovic fez o 3-1 na sequência de uma saída em falso de Caio Secco. O avançado suíço aproveitou o adiantamento do guarda-redes brasileiro e marcou o terceiro golo dos 'encarnados' com um monumental 'chapéu' para o 3-1.

Com uma vantagem de 3-1, a equipa do Benfica assumiu definitivamente o controlo do jogo e não permitiu grandes incursões do Feirense na sua área defensiva. A equipa de Bruno Lage ainda criou algumas oportunidades de golo, mas Caio Secco mostrou-se sempre à altura.

Aos 67 minutos, Grimaldo esteve perto de fazer o 4-1 com um remate a rasar o poste da baliza do Feirense, mas o esférico não entrou, enquanto que aos 74 minutos Jonas entrou para o lugar de João Félix.

Bruno Lage ainda lançou Cervi para o lugar de Taarabt aos 81 minutos, mas o resultado parecia que não ia a sofrer alterações. No entanto, um cruzamento de Grimaldo aos 89 minutos permitiu a Seferovic 'bisar' no encontro e sentenciar o resultado final em 4-1. Com este resultado, o Benfica recuperou o primeiro lugar do campeonato em igualdade pontual com o FC Porto, mas em vantagem no confronto direto com os portistas, enquanto que o Feirense continua no último lugar da prova e já vai em 26 jogos consecutivos sem vencer.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.