Na sua habitual 'newsletter', o Benfica explicou o convite a um juiz designado para o processo dos 'emails' para uma visita ao Centro de Treinos do Seixal.

De acordo com o jornal 'Público', o juiz Eduardo Pires a quem tinha calhado em sorteio o 'processo dos emails' pediu escusa pelo facto de ser sócio do Benfica desde 1968.

Eduardo Pires também admitiu que recebeu um convite para visitar o Seixal, mas que decidiu recusar.

O Benfica deu agora a sua visão dos acontecimentos na sua newsletter, argumentando que o clube encarnado decidiu dar oportunidade a todos os sócios de conhecerem o centro de treinos. Estas visitas arrancaram "em setembro" e um dos critérios foi a "antiguidade para ordenar os convites, começando pelos mais antigos."

"Estes convites foram da responsabilidade do departamento de relações públicas, através do call center. Até ontem [Segunda-feira, 20 de janeiro] já tinham sido contactados 14 786 associados, dos quais 7435 foram atendidos. Destes, houve 2416 que confirmaram o seu interesse e disponibilidade para efetuarem a visita, entre os quais 1430, divididos em 42 grupos, já conheceram o Benfica Campus por dentro", pode ler-se.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.