Filme do Jogo

O Sporting ficou ontem sem hipóteses de disputar a Liga dos Campeões de futebol na próxima temporada, ao empatar em casa com o Tondela, a um golo, na 33.ª e penúltima jornada da I Liga.

No Estádio José Alvalade, em Lisboa, Bruno Fernandes inaugurou o marcador de grande penalidade, aos seis minutos, naquele que foi o seu 32.º tento na época e 20.º na prova, enquanto o Tondela respondeu na segunda parte, aos 67, através de Tomané, e quando já estava em superioridade numérica, depois da expulsão de Ristovski, aos 37, por agressão a Juan Delgado.

Pepa: "A partir de agora só dependemos de nós"
Pepa: "A partir de agora só dependemos de nós"
Ver artigo

O Tondela, que nunca triunfou em Alvalade, conseguiu somar um ponto importante para a permanência - é agora 15.º, com 32 pontos -, e interromper uma série de 10 triunfos seguidos -- nove no campeonato do Sporting, que está no terceiro posto, com 74, e já não pode matematicamente chegar ao segundo.

Sporting ficou a jogar com menos um jogador aos 37 minutos

O técnico Marcel Keizer optou por não fazer qualquer alteração no 'onze', relativamente aquele que goleou o Belenenses no Jamor, por 8-1, na última ronda da prova.

Já Pepa procedeu a duas alterações nos titulares que perderam (3-1) na receção ao Santa Clara, trocando António Xavier por João Jaquité, no meio-campo, e Patrick Fernandes por Juan Delgado, no ataque.

Ainda nem estava cumprido o primeiro minuto do encontro quando Tomané quase teve sucesso no frente a frente com Renan Ribeiro, atirando a bola para a fora, depois de aproveitar o mau passe de Borja para Mathieu.

A resposta do Sporting não se fez esperar e, no primeiro ataque de que dispôs, aos quatro minutos, colocou-se em vantagem, face à falta cometida por Ricardo Costa sobre Luiz Phelyppe dentro da grande área, que Bruno Fernandes aproveitou para marcar e ficar a um golo do benfiquista Seferovic no topo dos marcadores.

O tento madrugador acabou por deixar os tondolenses algo abatidos, mostrando-se com pouca capacidade para construir jogadas e para anular o meio campo adversário.

Instantes depois, um livre direto do defesa Mathieu quase deixou cair por terra as aspirações do Tondela de sair com pontos de Lisboa, com a bola a rasar a barra de Cláudio Ramos.

Com uma postura expectante, à espera de nova desatenção 'leonina' ou de apanhar a defensiva adversária descompensada, a equipa de Pepa não mais assustou Renan Ribeiro, mas a expulsão do macedónio Ristovski, a terceira da temporada, aos 27 minutos, deixou tudo em aberto para o resto do desafio.

A jogar com mais um elemento, o Tondela bem que procurou chegar ao empate, contudo Keizer soube colocar a equipa a fechar bem os espaços e anular o último passe do adversário, ao mesmo tempo em que via o seu ponta de lança Luiz Phellype ser perdulário no capítulo da finalização, por duas vezes.

Marcel Keizer: "Não posso culpar os jogadores porque deram tudo"
Marcel Keizer: "Não posso culpar os jogadores porque deram tudo"
Ver artigo

Primeiro, um passe 'teleguiado' de Raphinha para Bruno Fernandes terminou com a 'mancha' de Cláudio Ramos e, na recarga, o brasileiro atirou por cima da barra. Depois, surgiu isolado a passe do '8' dos 'leoões' e voltou a não acertar com a baliza.

Seguiu-se novo desperdício, agora por Mathieu, pouco antes dos visitantes recolocarem a igualdade no marcador, por intermédio de Tomané, aos 67 minutos.

Tomané acaba com o sonho Champions e confirma Liga Europa

Um remate de João Jaquité desviado na defensiva do Sporting já tinha deixado Renan apavorado, mas foi na cobrança de canto que os tondolenses empataram, com Coates a perder o duelo aéreo com Bruno Monteiro e a ver a bola sobrar para o melhor marcador do Tondela faturar.

O Sporting terminou o encontro a pressionar, ainda teve, novamente, na cabeça de Luiz Phellype a possibilidade de voltar a marcar, mas Cláudio Ramos voltou a exibir-se a grande nível e a justificar defender outras cores mais ambiciosas.

E a última jornada?

Sporting com duas baixas confirmadas para o clássico no Dragão
Sporting com duas baixas confirmadas para o clássico no Dragão
Ver artigo

Na classificação, os ‘leões’, que vinham de nove triunfos consecutivos, passaram a somar 74 pontos, menos cinco do que o FC Porto, segundo classificado, que já não podem alcançar, pois só têm um jogo por disputar, precisamente no reduto dos ‘dragões’.

Por seu lado, o Tondela igualou, provisoriamente, o Desportivo de Chaves no 15.º lugar, mantendo-se na corrida à manutenção, até porque recebe os transmontanos na última ronda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.