Abel Ferreira gostou da exibição do SC Braga, apesar da derrota por 3-1 frente ao FC Porto. Em jogo da 21.ª jornada da I Liga, o técnico dos minhotos lamentou que a sua equipa tenha encontrado um José Sá inspirado na baliza do FC Porto.

Explicação para a derrota: "Faltou-nos que o José Sá não estivesse tão inspirado. O FC Porto faz os golos nos momentos-chave do jogo. Entrou forte, conseguiu condicionar o nosso jogo, com muitos cruzamentos exteriores. Continuamos na busca do que queríamos, igualar a partida, e perto do fim da primeira parte o FC Porto marca. Quando estamos à procura do 2-2, o José Sá faz uma grande defesa. Depois o terceiro golo do FC Porto veio um bocado contra a corrente do jogo. Parece-me que 3-1 é demasiado para aquilo que se passou nos 90 minutos. Não está em causa a vitória do FC Porto, que de facto esteve melhor, mas até ao último minuto quisemos mais. Mas no momento-chave o guarda-redes do FC Porto apareceu".

Satisfeito com Diogo Figueiras? "O que me deixou satisfeito, e eu não gostei do resultado, foi a vontade de querer da equipa até ao final. Disputar e ter outro resultado que não este. O Diogo é um jogador que tem a experiência que tem e nós queremos jogadores com experiência, qualidade, que faça boas decisões. É verdade que não ia jogar de início, mas fez uma parida positiva. Queríamos valorizar o espetáculo e foi realmente um bom espetáculo, com azar para nós, perante um adversário que tem recursos diferentes dos nossos".

Alcançar Benfica, FC Porto e Sporting: "A diferença está em nós acreditarmos. A diferença está em momentos-chave conseguirmos faturar. Nós hoje criamos, pelo menos, quatro oportunidades e das quatro concretizamos uma. Nós viemos aqui ao Porto com o intuito de vencer o jogo. Tentámos ir sempre atrás do resultado, mas o José Sá segurou o FC Porto na luta pelos três pontos".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.