O Wolverhampton, orientado pelo treinador português Nuno Espírito Santo, empatou hoje a um golo no reduto do Fulham, que partiu para a 19.ª jornada da Primeira Liga inglesa de futebol no último lugar.

Os locais adiantaram-se no marcador aos 74 minutos, por intermédio do suplente Ryan Sessegnon, mas a formação mais portuguesa de inglesa logrou restabelecer a igualdade aos 85, com um tento do marroquino Romani Saiss.

Nos forasteiros, os internacionais lusos Rui Patrício e João Moutinho alinharam os 90 minutos, enquanto Ivan Cavaleiro entrou ao intervalo, Hélder Costa aos 63 e Rúben Vinagre aos 82. Por seu lado, Rúben Neves não saiu do banco.

Os Wolves dominaram o encontro, tendo mais de 70% de posse de bola, mas tiveram grandes dificuldades em criar ocasiões de perigo, perante um Fulham, liderado pelo italiano Cláudio Ranieri, sempre muito bem posicionado em termos defensivos.

A primeira parte foi dominada pelos forasteiros e nada mudou na segunda, mas, aos 74 minutos, foram os locais a marcar, por Sessegnon, que aproveitou um ressalto, depois de uma defesa incompleta de Rui Patrício, na sequência de um livre.

Em desvantagem, o Wolverhmapton ficou em situação ainda mais complicada, mas continuou à procura do golo e conseguiu-o a cinco minutos do final, com Ivan Cavaleiro a centrar da esquerda e Hélder Costa a ganhar na direita, para Saiss encostar.

Até final, o ‘onze’ de Nuno Espírito Santo ainda tentou chegar à vitória, mas, em ‘cima’ dos 90 minutos, a grande ocasião foi do Fulham, com Aleksandar Mitrovic a aproveitar um lançamento do guarda-redes Sergio Rico, mas Coady a salvar sobre a linha.

Com este empate, no primeiro jogo do ‘Boxing Day’, o Wolverhampton igualou, provisoriamente, o Leicester no nono lugar, com 26 pontos, enquanto o Fulham passou a contar 11, subindo, também à condição, para 19.º e penúltimo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.