Depois de Nani, agora é a vez de Bebé fazer carreira no colosso Manchester United. A barreira da língua, o clima e a vida num país e cultura diferentes não assustam o luso-cabo-verdiano que promete muito trabalho nessa aventura em terras de Sua Majestade.

Menos de uma semana depois da contratação, Bebé fez o seu primeiro treino com a equipa principal do Manchester United. O avançado português viveu um turbilhão de experiências nos últimos meses e agora conta com as ajudas de Nani e Anderson na sua adaptação ao futebol inglês.

A mudança para Old Trafford não tirou o sono a Bebé. O jogador tem noção das suas qualidades mas sabe que terá de trabalhar muito para conquistar o seu espaço na equipa que revelou Cristiano Ronaldo como melhor jogador do mundo.

Em entrevista exclusiva ao Sapo Desporto, Bebé revela como têm sido os primeiros dias na cidade de Manchester. Para já, conta com ajudas preciosas dos colegas lusófonos: "O Nani e o Anderson é que me têm ajudado nestes primeiros dias. Só fiz um treino, percebo algumas coisas mas quando não percebo, são eles que traduzem". Só para a semana é que Bebé irá começar a ter aulas de inglês.

A prioridade nesta altura passa pela adaptação. O jogador tem trabalhado muito no ginásio e apesar de ter treinado com a equipa principal, ainda não recebeu qualquer indicação se ficará a trabalhar com o plantel principal ou se vai rodar nas reservas. "Ferguson disse-me para ter calma, para ir devagar. Ele é um treinador que aposta muito nos jovens, consegue fazer deles jogadores, por isso não tenho pressa" revela Bebé ao Sapo Desporto. 

O extremo não tem pressas de chegar ao topo, apesar da surpresa pela sua contratação: "Não estava nada a espera. Imaginava um dia ir para um clube grande mas a minha expectativa era fazer uma ou duas boas épocas no Guimarães e depois ver o que acontecia. Não esperava que fosse tão rápido. Fiquei em choque", desabafa Bebé, que passou a ser representado por Jorge Mendes, empresário de estrelas como Cristiano Ronaldo, Di Maria, Pepe ou José Mourinho.
 
O pouco tempo que trabalhou com Manuel Machado ainda deu para levar alguns conselhos úteis: "O Mister Manuel Machado disse-me sempre para acreditar em mim. Quando renovei com o Guimarães e passei a ganhar mais, ele deu-me muitos conselhos, como não deixar que o dinheiro me influenciasse, para poupar, e disse-me para ajudar os familiares e outras pessoas que me ajudaram também. Ele deposita muita confiança em mim".

Apesar da mudança e de ter sido Queiroz quem aconselhou a sua contratação, o avançado luso-cabo-verdiano não espera ser chamado para a selecção principal: "Para já espero ser convocado pelo Mister Oceano para os sub-21. Um dia hei-de jogar na selecção principal de Portugal mas não tenho pressa".

Bebé está a viver sozinho mas em breve irá ter companhia: "Quando estiver tudo tratado, vou trazer as minhas duas avós e a minha namorada para viverem comigo".

O avançado ficou impressionado com a grandeza do Manchester United, "o melhor clube do Mundo" e gostaria de deixar a sua marca, como fez Cristiano Ronaldo: "Sei das minhas qualidades, daquilo que posso fazer mas não sei como será o futuro. Se trabalhar muito e bem, se continuar a progredir, sei que posso ganhar o meu lugar no clube".

A Casa do Gaiato, uma instituição que o acolheu desde os 10 anos, será para sempre a casa de Bebé, onde deixou muitos amigos: "Eles ajudaram-me muito, são meus amigos e quando regressar a Portugal, nas minhas folgas irei logo ter com eles, irei dormir lá", confessou Bebé ao Sapo Desporto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.