O Tottenham ultrapassou hoje nos descontos a primeira prova de fogo sem o lesionado Harry Kane, o internacional sul-coreano Son, e Dembelé, transferido para a China, ao vencer fora o Fulham (2-1).

Em jogo da 23.ª jornada da Liga inglesa de futebol, Mauricio Pochettino já sabia que não podia contar com Kane e Son, mas um autogolo de Llorente e a lesão Delle Ali na parte final dificultaram ainda mais a tarefa.

Valeu aos ‘spurs’, que tinham perdido em casa na ronda anterior com o Manchester United, o golo ‘in extremis’ de Winks, aos 90+3, depois de Llorente adiantar o Fulham (19.º e penúltimo), aos 17, e Delle Ali igualar, aos 51.

O triunfo mantém o Tottenham em terceiro, a cinco pontos do Manchester City (56) e a nove do Liverpool (60), que também venceram nesta ronda. Os ‘citizens’ bateram hoje em casa o Huddersfield (3-0), e os ‘reds’ ganharam no sábado ao Crystal Palace (4-3).

No Tottenham, que na quinta-feira defronta o Chelsea nas meias-finais da Taça da Liga, o grande teste será a capacidade de ‘sobrevivência’ às ausências de Son Heung-min e Harry Kane, que representam quase metade dos golos da equipa.

A 23.ª jornada teve início no sábado, dia em que o Wolverhampton venceu em casa o Leicester, por 4-3, com um 'hat-trick' do português Diogo Jota, e o Everton, treinado por Marco Silva, perdeu em casa do Southampton, por 2-1.

No jogo grande, o Arsenal, quinto classificado, venceu no Emirates Stadium o Chelsea por 2-0, com golos dos franceses Lacazette e Koscielny.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.