O treinador do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, pediu hoje desculpa aos adeptos pela goleada por 4-0 sofrida no estádio do Everton, treinado por Marco Silva, num jogo da liga inglesa de futebol em que “tudo correu mal”.

Os golos do brasileiro Richarlison, do islandês Sigurdsson, do francês Lucas Digne e de Theo Walcott construíram a maior vitória dos últimos 35 anos dos ‘toffees’ sobre os ‘red devils’, que tiveram Diogo Dalot como totalista.

“Desde o apito inicial, tudo correu mal, e quero pedir desculpa aos adeptos, que foram as únicas pessoas de cabeça levantada e o nosso escudo na camisola”, lamentou o técnico, em declarações à Sky Sports, explicando que os jogadores têm "de fazer muito mais" para representarem o clube.

Solskjaer disse que o Everton, que subiu a sétimo num mês em que já bateu Chelsea e Arsenal, foi “melhor em tudo”, que os seus jogadores “não foram dignos de estarem na equipa do Manchester United” e que pretende ter a equipa "mais trabalhadora de todas", à imagem das que foram orientadas pelo escocês Alex Ferguson.

A equipa de Manchester perdeu seis dos últimos oito jogos e foi eliminada da Liga dos Campeões, pelo FC Barcelona, além de seguir em quinto lugar na Liga inglesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.