A perda de cabelo foi traumático para Ryan Giggs. O antigo jogador do Manchester United recordou o dia em que deu conta que estava a ter problemas capilares, em entrevista ao 'The Sun'.

"Apercebi-me de que estava a perder cabelo em 2003. Fiquei paranóico e em dias de jogos, sobretudo quando chovia e era televisionado, só queria não estar ali. Quando chovia pensava 'quem me dera que não fosse assim'. Foi quando decidi começar a cortar o cabelo cada vez mais curto. Quando cortava, crescia mais forte", explicou o atual selecionador galês.

Giggs contou que, depois de anos de tratamentos, com lasers, cremes e champôs, decidiu optar por transplante capilar em 2017.

Na mesma entrevista, o antigo jogador do Manchester United contou ainda um episódio com os companheiros de equipa após vencer em Anfield Road.

"A primeira vez que me dei conta foi depois de um jogo em Anfield, em 2003. Marquei dois golos e quando entrei no bar onde estavam os meus companheiros de equipa, esperava que me dissessem ‘bom trabalho’, mas a primeira coisa que ouvi foi ‘estás a perder cabelo’", recordou.

"O futebol é stressante. Estamos constantemente sob os holofotes e se tivermos mau jogo estamos sujeitos a críticas. Isso torna-se cada vez mais stressante. E o stress está relacionado com a perda de cabelo", completou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.