Sábado muito complicado para Hamza Choudhury, companheiro de Ricardo Pereira no Leicester. Além de ver a sua equipa perder em casa do Liverpool por 2-1, graças a uma grande penalidade muito duvidosa marcada aos 94 minutos para os 'reds', o ex-internacional inglês de 22 anos teve uma entrada dura sobre Salah que acabou por lesionar o egípcio.

Jurgen Klopp fopi dos primeiros a reprovar a atitude do jogador, nascido no Bangladeche mas que joga por Inglaterra.

"Devia estar plenamente feliz pela forma como alcançámos esta vitória, mas não estou. Não consigo perceber como é que o Choudhury só viu o cartão amarelo. Juro que não entendo. Ele é um grande jogador, mas este tipo de entradas...! Tem de se acalmar, não é possível um jogador só procurar 'varrer' o adversário e só ver o amarelo. O Salah está a coxear, não tenho informações ainda sobre a lesão", começou por dizer o técnico dos 'reds'.

"Em três anos seguidos, somos a equipa com menos cartões amarelos vistos, a equipa com mais fair-play, não fazemos este tipo de coisas. Isto serve para tirar o ímpeto ao Mo [Salah] e ele não está nada bem", explicou Klopp.

Mas Choudhury  não foi o único a ter entradas feias no jogo. Trent-Alexander Arnold também teve uma entrada muito feia sobre o tornozelo de Tiellemans numa disputa de bola na linha lateral mas o árbitro, após conversa com  o VAR, marcou canto.

Assim que o jogo acabou, a página do jogador na rede social Twitter foi invadidad de insultos racistas. O internacional sub-21 inglês foi chamado de 'negro, macaco de m...', entre outros insultos.

Esta não foi a primeira vez que Hamza Choudhury teve uma entrada dura que acabou por lesionar um adversário. O médio de 22 anos já tinha feito uma falta dura sobre Mattew Ritchie que acabou por lesionar o jogador do Newcastle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.