João Cancelo concedeu uma entrevista à plataforma 'Benfica Play', na qual recordou os tempos da formação do Benfica e a boa relação que criou com Bruno Lage, que orientou o internacional português nos juvenis.

"Foi o treinador que mais me marcou na formação. Tínhamos relação de pai e filho. Era quase meu pai. Puxava-me as orelhas e metia-me na linha. Muitas vezes era difícil lidar com a minha irreverência e ele meteu-me muito na linha", contou o agora jogador do Manchester City.

"Ainda hoje temos muita ligação e falamos por mensagens. Dou-lhe os parabéns sempre que posso", acrescenta.

O jogador, de 25 anos, reconheceu que era muito “mal comportado e rebelde”, mas não aguentou a emoção quando o pai lhe disse que ia treinar ao Benfica.

"O meu pai disse que ia treinar ao Benfica e, com a alegria, caíram-me as lágrimas. Vi a alegria nos olhos meus pais e disse: 'isto está a começar a ser a sério'. Nessa mesma tarde fui treinar e quiseram logo ficar logo comigo. Disseram para ir aos treinos e foi sempre a subir", contou o lateral.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.