Um golo do médio Isaac Hayden, aos 90+4 minutos, deu hoje ao Newcastle a vitória por 1-0 na receção ao Chelsea, em jogo da 23.ª jornada, deixando os londrinos mais longe do pódio da Liga inglesa de futebol.

Após quatro jogos sem vencer na prova, os ‘magpies’, que estão no 12.º lugar, conseguiram o primeiro triunfo no novo ano civil graças a um desvio certeiro do médio, na sequência de um cruzamento do francês Allan Saint-Maximin.

Com este desaire, o Chelsea, com 39 pontos, pode ficar ainda mais longe do terceiro posto, ocupado pelo Leicester, que tem 45. Os ‘foxes’ jogam com o Burnley no domingo e podem aproveitar também para igualar no segundo posto o Manchester City, que hoje empatou 2-2 na receção ao Crystal Palace.

Com os internacionais lusos João Cancelo e Bernardo Silva de início, os ‘citizens’ viram-se em desvantagem desde os 39 minutos, por ‘culpa’ de um golo do turco Cenk Tosun, mas conseguiram operar a reviravolta perto do final, com um ‘bis’ do argentino Sergio Agüero, aos 82 e 87.

Contudo, depois de ter feito o mais difícil, o Manchester City acabou por ceder o empate, aos 90 minutos, na sequência de um golo de Fernandinho na própria baliza, e apesar de manter o segundo lugar, com 48 pontos, poderá ser igualado pelo Leicester (45), caso os ‘foxes’ vençam o Burnley, no domingo.

A formação de Pep Guardiola está a 13 pontos do líder Liverpool, sendo que os ‘reds’ podem ‘cavar’ ainda mais o ‘fosso’ para os ‘citizens’, uma vez que têm menos dois jogos disputados, um dos quais diante do Manchester United, no domingo.

Já o Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, subiu ao sexto lugar, graças a uma reviravolta no reduto do Southampton, que foi para o intervalo a vencer por 2-0, com tentos de Jan Bednarek, aos 15 minutos, e Shane Long, aos 35, este último assistido pelo lateral internacional luso Cédric Soares.

Ainda assim, os ‘wolves’, com Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Pedro Neto de início, conseguiram ‘dar a volta ao texto’ no segundo tempo. Pedro Neto reduziu, aos 53 minutos, e o mexicano Raúl Jiménez, antigo avançado do Benfica, anotou um ‘bis’, aos 65 e 76, consumando o triunfo da equipa mais portuguesa de Inglaterra.

O Wolverhampton (34 pontos) distanciou-se da concorrência mais direta, aproveitando o nulo (0-0) do Tottenham (31), de José Mourinho, na visita ao Watford - marcada pela estreia do médio Gedson Fernandes pelo ‘spurs’ – e o empate 1-1 entre Sheffield United (31) e Arsenal (29).

Os ‘gunners’ adiantaram-se por intermédio do brasileiro Martinelli, aos 45 minutos, só que o escocês John Fleck repôs a igualdade para os ‘blades’, aos 83.

Em igualdade pontual com o Arsenal está o Everton, que empatou 1-1 na casa do West Ham, com o francês Issa Diop a marcar para os ‘hammers’, aos 40 minutos, e Dominic Calvert-Lewin para os ‘toffees’, aos 44.

Brighton e Aston Villa também empataram 1-1, enquanto o duelo entre os dois últimos classificados foi vencido pelo lanterna-vermelha Norwich, por 1-0, na sequência de uma grande penalidade apontada pelo finlandês Teemu Pukki no primeiro tempo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.