O Everton, treinado pelo português Marco Silva, alcançou hoje a maior vitória dos últimos 35 anos sobre o Manchester United, ao golear por 4-0, subindo ao sétimo lugar da liga inglesa de futebol, em jogo da 35.ª jornada.

Sem o internacional português André Gomes, suspenso, os ‘toffees’ começaram a construir a goleada na primeira parte, com golos do brasileiro Richarlison e do islandês Gylfi Sigurdsson, aos 13 e 28 minutos, respetivamente.

Na segunda etapa, o francês Lucas Digne, aos 56 minutos, e Theo Walcott, aos 64, deram volume ao marcador, impondo o maior desaire da época ao Manchester United, que contou com o internacional sub-21 português Diogo Dalot durante os 90 minutos.

Esta foi a maior vitória do Everton sobre o United nos últimos 35 anos, depois de, em 1984, ter batido os ‘red devils’ por 5-0, num encontro da Division One, terceiro escalão do futebol inglês.

Na ‘ressaca’ da eliminação nos quartos de final da Liga dos Campeões, perante o FC Barcelona, a formação de Manchester, que tem 64 pontos, somou a sexta derrota dos últimos oito jogos oficiais e pode ficar ainda mais distante do quarto lugar, o último de acesso à ‘Champions’, caso o Arsenal, com 66, vença hoje o Crystal Palace.

O Everton, que no último mês bateu Chelsea e Arsenal e empatou com o Liverpool, subiu ao sétimo lugar, com 49 pontos, e aproveitou os empates dos concorrentes Leicester e Wolverhampton, ambos com 48, embora a formação orientada por Nuno Espírito Santo tenha menos um jogo, tal como sucede com o Watford, que é oitavo, em igualdade com os ‘toffees’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.