O futebolista egípcio Mohamed Salah, que atua no Liverpool, foi hoje reeleito como o jogador africano do ano pela BBC, repetindo o feito de 2017, numa votação feita pelos ouvintes da rádio britânica.

O ‘faraó’ voltou a driblar os outros candidatos, o marroquino Medhi Benatia (Juventus), os senegaleses Kalidou Koulibaly (Nápoles) e Sadio Mané (Liverpool) e o ganês Thomas Partey (Atlético Madrid).

"É ótimo vencer de novo. Estou muito feliz e adorava repetir o feito no próximo ano", afirmou o extremo de 26 anos, que recolheu mais de 650 mil votos, um novo recorde para o troféu.

O antigo jogador do Chelsea e da Roma, finalista vencido da última Liga dos Campeões e o melhor marcador da Premier League inglesa na época transata ao serviço do Liverpool, está também bem colocado para vencer o título de melhor jogador africano da Confederação Africana de Futebol (CAF),

Salah é o terceiro egípcio coroado com esta distinção da BBC, depois de Mohamed Barakat em 2005 e de Mohamed Aboutreika em 2008, e é o primeiro a conseguir conservar o prémio durante dois anos desde a distinção do nigeriano Jay-Jay Okocha (2003 e 2004).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.