O Tottenham obteve, do Banco de Inglaterra, um empréstimo de 195 milhões de euros, com o objetivo de suprir as perdas geradas pela pandemia de COVID-19, que obriga à disputa de jogos sem público.

“Nos 20 anos que levo no clube, nunca passei por um obstáculo desta magnitude. Esta pandemia é uma situação muito séria e ameaça a existência dos clubes”, desabafou Daniel Levy, presidente do Tottenham.

Recorde-se que o Tottenham estima uma perda de 222 milhões de euros apenas em receitas de bilheteira, entre jogos e outros eventos programados para o novo estádio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.