O Chelsea encostou o Atlético Madrid à parede por causa de Álvaro Morata. O jornal The Telegraph escreve este sábado que o Chelsea exige o pagamento da opção de compra pelo avançado já este verão, sob pena de fazê-lo regressar a Stamford Bridge.

O avançado espanhol seguiu para Madrid por empréstimo no último mercado de inverno e tinha ficado estabelecido que os "colchoneros" poderiam exercer a cláusula de compra - de 55 milhões de euros - até ao final de 2019/20. O Chelsea salvaguardou também a hipótese de chamar o jogador durante o empréstimo sem que o Atlético nada pudesse fazer para o impedir.

Tudo fazia prever que o internacional espanhol continuasse no Atlético de Madrid até final da próxima temporada, mas a proibição de contratar imposta pela UEFA ao clube londrino pode originar uma mudança de planos.

Para além disso, as saídas de Hazard (vendido ao Real Madrid) e Higuaín (final do empréstimo da Juventus) complicaram ainda mais a situação pois os 'blues' temem não conseguir ter um goleador na temporada que está prestes a começar.

Assim, o Chelsea quer reaver Morata e o Atlético de Madrid prepara-se para ser obrigado a mais um investimento avultado, depois das contratações de João Félix (126 milhões), Marcos Llorente (40 milhões) e de Renan Lodi (25 milhões).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.