Em entrevista à televisão do Manchester, Bruno Fernandes contou como tem passado o tempo, com as limitações causadas pela pandemia do coronavírus.

"Estou bem. Quando se tem a família por perto, é mais fácil. É difícil com a criança porque ela precisa de gastar a energia que tem e ela tem muita. Mas eu, a minha mulher e a minha filha temos várias formas de passar o tempo", começou por dizer, prosseguindo

"A minha família ajuda-me imenso quando se tem companhia é mais fácil. Sozinho pode ser mais fácil porque não se pode sair, não se pode fazer nada, apenas falar com as paredes. Como jogadores passamos muito tempo fora de casa por causa dos jogos e é difícil agora estar sempre em casa, mas é preciso aproveitar esse tempo.

Sobre a mudança de visual, o colega de equipa Diogo Dalot comparou-o a uma personagem do Narcos, mas o ex-jogador do Sporting pensa de outra forma e prefere lembrar um antigo jogador do United.

"Não, não, encontrámos foi o novo Juan Sebastián Verón. Mas o cabelo precisa de ficar igual", atirou entre sorrisos.

Em resposta a algumas questões de adeptos do United, Bruno Fernandes esclareceu porque decidiu assinar pelo clube de Old Trafford.

Depois, vários adeptos do United fizeram questões a Bruno Fernandes. Numa das respostas, o jogador de 25 anos voltou a explicar a decisão de ir para o clube inglês.

"Já o disse, é um sonho tornado realidade. Desde criança que sonho em jogar no Manchester United. Se olharmos para o passado as melhores estrelas do mundo jogavam aqui. Comecei a ter mais interesse pelo Man United quando o Cristiano Ronaldo estava aqui. Grandes estrelas jogam aqui, também o Nani que jogou comigo."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.