Caros Queiroz deixou muitas críticas a arbitragem, na sequência do empate do Irão frente a Portugal. Os iranianos ficaram pelo caminho mas bateram-se bem.

Os melhores lances da partida

Um dos lances contestados foi o amarelo mostrado a Cristiano Ronaldo aos 83 minutos, num lance que os iranianos pediram vermelho por suposta cotovelada.

"O VAR é um sistema meio obscuro e vim tentar ver à televisão, dentro do balneário, a ver o que tinha acontecido. Não vou ser simpático com o que aconteceu e isto vai ser mal interpretado por causa do jogador [Cristiano Ronaldo] que é: quando se pára um jogo por causa de um cotovelo, ou é um cotovelo ou não é um cotovelo. Não há meios cotovelos. Merecemos respeito", disse o ténico.

Queiróz disse ainda que vai torcer por Portugal a partir de agora, com a eliminação do Irão.

"Não há vitórias morais, embora na balança do nosso sucesso ou do sucesso de Portugal, o fiel da balança não é a mesma. Não somos perdedores simpáticos. O sonho acabou. As maiores felicidades para Portugal. A partir de agora Portugal ganhou mais um adepto", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.