O selecionador nacional do Irão, Carlos Queiroz, criticou o comportamento do defesa central luso-brasileiro Pepe, no lance da expulsão frente à Alemanha, e relembrou que há certas coisas que não mudam no seio da Seleção Nacional de Portugal.

"São erros graves que se repetem por parte dos mesmos jogadores, de forma sistemática. É tempo de pôr um ponto final a essa situação. São erros que se passam dentro do campo, como a expulsão que aconteceu diante da Alemanha, que cria mais dificuldades. Estamos em 0-2, ficámos com 10 elementos e fica mais complicado", começou por dizer Carlos Queiroz em entrevista à RTP.

"São situações pontuais, que no meu tempo também se verificavam. Era preciso pôr mão dura, havia pessoas que não gostaram... Pessoas que não gostavam de ouvir não. E há pessoas na vida que crescem tanto, que se desabituam a ouvir um 'não'. Mas essa é a missão do treinador: dizer 'sim', 'não' ou 'talvez'. E noutras vezes nem dizer nada", sentenciou o técnico português que amanhã vai defrontar a Argentino no banco do Irão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.