O treinador alemão Thomas Tuchel afirmou esta segunda-feira que o seu maior desejo é que Edinson Cavani permaneça no Paris Saint-Germain, depois da imprensa espanhola ter avançado com a possibilidade de o avançado ir para o Real Madrid.

Tuchel mostrou-se surpreso com as informações publicadas sobre o interesse dos 'merengues' no jogador uruguaio.

"Penso que vai continuar no PSG. Há alguns dias falei com o Edinson e ele não mencionou nada disso. Disse que estava com vontade de voltar e de se juntar ao grupo, marcar os seus golos connosco", confessou o treinador.

"É um jogador referência para nós. É a minha sensação e meu maior desejo. Ninguém comentou nada comigo" acerca de uma possível saída, acrescentou Tuchel.

Alguns meios de comunicação espanhóis indicaram que o Real Madrid teria colocado Cavani como alvo, após a saída do português Cristiano Ronaldo para a Juventus.

O uruguaio de 31 anos chegou ao PSG há cinco temporadas e forma o poderoso trio de ataque "MCN" ao lado de Kylian Mbappé e Neymar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.