O Paris Saint-Germain (PSG) goleou hoje o Reims por 4-1, no fecho da sétima jornada da liga francesa de futebol, e já leva oito pontos de vantagem sobre um trio de perseguidores formado por Lyon, Marselha e Lille.

A vitória dos campeões franceses nunca esteve em causa, nem mesmo com o golo madrugador do Reims logo aos dois minutos, pelo médio Xavier Chavalerin, que suscitou imediata reação do PSG, refletida no empate três minutos volvidos, pelo internacional uruguaio Edinson Cavani.

Aos 24 minutos, foi a vez de o brasileiro Neymar colocar o PSG na frente do marcador, ao marcar o 2-1 na transformação de um penálti, mas o intervalo não chegaria sem o terceiro golo dos parisienses, de novo por Cavani, aos 44.

Na segunda parte, o PSG limitou-se a gerir a vantagem, mais ainda depois de o lateral-direito belga Thomas Meunier ter marcado o quarto golo, aos 55 minutos.

Noutros jogos da sétima jornada hoje disputados, o Amiens recebeu e venceu o Rennes por 2-1, o Caen empatou em casa com o Montpellier a dois golos, enquanto Nimes e Guingamp não foram além de um nulo, em casa do primeiro, e o Marselha viu-se e desejou-se para vencer na receção ao Estrasburgo por 3-2.

O central português Pedro Mendes, que integrou pela primeira vez a convocatória do selecionador Fernando Santos para os jogos com a Croácia, de caráter particular, e a Itália, para a Liga das Nações, alinhou durante os 90 minutos no eixo da defesa do Montpellier.

De destacar a vitória concludente do Lyon em casa do Dijon, por 3-0, com o guarda-redes português Anthony Lopes entre os postes durante os 90 minutos, a derrota do Lille em Bordéus por 1-0, com três portugueses no 'onze' inicial, os irmãos Fonte, José e Rui, central e ponta de lança, este substituído aos 73 por Loic Rémy, e o médio Xeka, que também seria rendido, neste caso pelo brasileiro Thiago Maia, aos 81.

No final da sétima jornada, o PSG lidera com 21 pontos, seguido de um trio composto por Lyon, Marselha e Lille, todos com 13.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.