O Mónaco anunciou este sábado a saída de Leonardo Jardim do comando técnico da equipa principal dos monagascos. Depois da segunda passagem pelo clube, o treinador português prepara-se para voltar a 'encher os bolsos'.

O treinador português abandonou o comando técnico do Mónaco, pela primeira vez, no dia 11 de outubro de 2018, na sequência da derrota caseira com o Rennes (2-1), que manteve a formação do Principado em zona de despromoção.

Após levar o Mónaco ao pódio da liga francesa durante quatro temporadas consecutivas, o português não resistiu aos maus resultados do início da época 2018/2019, no qual venceu apenas um dos 12 encontros oficiais disputados, ocupando o 18.º e antepenúltimo lugar do campeonato. Nessa altura, Leonardo Jardim recebeu oito milhões de euros de indemnização.

Já a segunda passagem do técnico de 45 anos pelo Mónaco começou há quase um ano, quando este regressou para substituir Thierry Henry. A 25 de janeiro de 2018, os monegascos assinalaram o regresso do técnico madeirense, tendo celebrado contrato até junho de 2021. Onze meses depois, o clube prepara-se para voltar a indemnizar Jardim, desta vez com um valor a rondar os seis milhões de euros, segundo a imprensa francesa.

Contas feitas, Leonardo Jardim já angariou cerca de 14 milhões de euros em indemnizações pagas pelo Mónaco.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.