A tecnologia de vídeoárbitro vai entrar em cena na Liga Europa pela primeira vez. O VAR vai passar a ser utilizada na segunda competição de clubes mais importante da UEFA a partir desta quinta-feira, dia em que arranca a primeira-mão dos 16-avos-de-final da prova. Portugal é o país mais representado na prova, com quatro equipas: Benfica, que 'caiu' da Liga dos Campeões, Sporting, FC Porto e SC Braga que passaram a fase de grupos da prova.

De recordar que esta tecnologia foi introduzida esta época nas provas de clubes da UEFA, mas apenas pode ser utilizada na fase de grupos da Liga dos Campeões.

O organismo que rege o futebol europeu confirmou também que o VAR vai ser utilizado em duas competições femininas: Europeu de 2021 e na final da Liga dos Campeões de 2020.

Para o italiano Roberto Rosetti, líder da arbitragem na UEFA, o sucesso do VAR na Liga dos Campeões preparou o caminho para o seu uso na Liga Europa.

"Pensamos que o VAR é um projeto crucial para o futebol. Estou satisfeito por agora termos o VAR agora na Liga Europa, já que irá ajudar os árbitros a tomar as melhores decisões nos jogos mais importantes. Ficamos satisfeitos como o que vimos do VAR na fase de grupos e no play-off da Liga dos Campeões", começou por dizer Rosetti, ele que deixou elogios à atuação dos árbitros e do VAR nos jogos da 'Champions' até agora.

"No total de 108 jogos, foi possível corrigir 27 decisões através do VAR, o que quer dizer que uma decisão foi revertida a cada quatro jogos. Isso mostra a qualidade dos árbitros. Também acreditamos que o tempo usado numa decisão do VAR é importante. Até agora, foi gasto, em média, um minuto e 30 segundos para corrigir uma decisão, o que é 30 segundos menos em relação à época passada. No entanto, quero realçar mais uma vez que o VAR é um protocolo e só deve intervir em lances de erros graves e não em situações dúbias", recordou o antigo árbitro italiano, em declarações ao site da UEFA.

Os árbitros de elite da Europa estiveram a frequentar um curso de inverno em Maiorca, Espanha, no mês passado, onde foi analisado algumas decisões de arbitragem, intervenções do VAR e onde receberam formações sobre esta tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.