Terminada a primeira parte, mantém-se o empate a zero entre PAOK e Benfica na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

Entrou melhor o Benfica no jogo, mais personalizado e com mais posse de bola. A equipa de Jesus apresentou muitas alterações no onze inicial, mas nem por isso perdeu o ritmo e taticamente esteve sempre muito certa, não concedendo grandes veleidades à equipa da casa.

Os gregos conseguiram libertar-se um pouco do domínio dos encarnados à passagem do minutos 15, mas ainda assim Artur teve pouco ou nenhum trabalho.

Já do lado contrário, numa lance depois da meia hora, Enzo Pérez desmarcou Sílvio no flanco direito, o defesa ganhou a um defesa, mas o remate de pé esquerdo saiu muito alto.

Em suma, nestes primeiros 45 minutos, o Benfica esteve melhor em Salónica e controlou as operações, perante um PAOK que evidenciou poucas soluções para chegar à baliza encarnada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.