Pepe comentou o empate frente ao Rangers, que coloca o FC Porto no 2.º lugar do Grupo G da Liga Europa.

Em declarações ao Porto Canal, na 'flash interview', o internacional português considera que a derrota era injusta pelo que a equipa realizou na primeira parte e que foi importante na perder num grupo que, considera, ser muito equilibrado.

O que podia o FC Porto ter feito mais? 

"É difícil sofrer um golo antes do final da primeira parte. Na primeira parte fomos muito superiores,  eles fizeram o golo numa desatenção do coletivo. Na segunda parte tentaram controlar o nosso jogo, até porque queríamos arriscar para poder conseguir a vitória. Eles [Rangers] são muitos fortes na transição e o mister tinha alertado para isso. O jogo baseou-se nisso, nos queríamos atacar com muita velocidade, eles queriam roubar a bola e apanhar-nos desprevenidos. Fomos humildes, soubemos sofrer. Não conseguimos o resultado que queríamos, mas também é importante não perder porque o grupo é muito equilibrado"

Sentimento do empate

"Acho que o mais importante é ver as coisas boas que fizemos, temos e jogamos sempre para ganhar tanto que foi isso que procuramos sempre. Arriscamos demasiado, sabendo a dificuldade do grupo, não podíamos perder em casa, o que era injusto pelo que fizemos na primeira parte. Vamos ver o que este resultado nos traz no futuro. Fica o espírito da equipa que se entregou, mas o grupo não vai ser fácil"

Com o resultado, é importante vencer na Escócia

O FC Porto joga sempre para ganhar, o FC Porto é uma equipa que joga para a vitória, respeitando sempre os nossos adversários. Temos de ser muito aguerridos no campo, e quando tivermos de sofrer sofremos juntos"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.