O Arouca conseguiu chegar empatado a zero ao intervalo do jogo com o Heracles, em partida a contar para a primeira mão da terceira pré-eliminatória de acesso da Liga Europa.

Na sua estreia nas provas europeias, a equipa comandada por Lito Vidigal sentiu muitas dificuldades nestes primeiros 45 minutos na Holanda. Os anfitriões submeteram a formação arouquense a uma intensa pressão, remetendo os estreantes a uma papel mais submisso. Mais do que isso, o Arouca revelou também algum nervosismo e muita incapacidade para responder e sair para o ataque.

Com efeito, o Heracles ameaçou por quatro vezes o golo na baliza do Arouca. Aos 2', Navratil quase marcou para o Heracles, depois de uma fífia de Gegé; aos 23', foi a vez de Bracalli negar o golo aos holandeses com uma grande defesa a um remate de fora da área de Pelupessy; seis minutos volvidos foi novamente Navratil a falhar isolado perante o guardião brasileiro; por fim, aos 37', Gladon atirou por cima no coração da área, com a defesa do Arouca completamente desmembrada.

Lito Vidigal não se cansou de dar indicações aos seus jogadores durante este primeiro tempo, mas a equipa ainda não se conseguiu adaptar ao ritmo elevado e à dinâmica ofensiva da formação holandesa. Resta esperar pela evolução do Arouca no segundo tempo...

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.