José Mourinho não vai partilhar a alegria de uma eventual vitória na Champions com quem está à espera de um deslize. A garantia foi dada pelo próprio técnico na conferência de imprensa de lançamento do jogo com o Bayern Munique.

"Vitória do futebol português? Não. Dos portugueses? Alguns. Uns querem que eu ganhe, outros querem que perca. É uma vitória para os querem que eu ganhe e que têm estado comigo neste meu trajecto desde 2004 quando saí de Portugal. Represento aqueles que estão comigo e não a generalidade", vincou o treinador do Inter.

O líder nerazzurri relativizou ainda os rumores que se intensificaram nos últimos dias de uma possível mudança para o Real Madrid. Um cenário que ganhou força com a final da Champions a realizar-se no próprio reduto merengue, Santiago Bernabéu. "Só sei que tenho uma final para disputar com o Inter. Não sei quais são os planos do Real Madrid. Posso dizer que têm um centro de treinos fantástico e que o Inter se sentiu como se estivesse em casa".

Sobre o jogo de amanhã, Mourinho nao vê favoritos. "O nosso trajecto até à final foi mais difícil que o do Bayern mas eles, tal como nós, venceram o campeonato interno e a Taça. O Bayern é uma equipa forte e organizada. Nós preparámo-nos bem para este jogo e vamos jogar com orgulho e alegria", afirmou.

A relação de amizade que tem com Louis Van Gaal, fruto do trabalho em Barcelona no final da década de 90, também foi comentada: "Trabalhei com Van Gaal durante três anos e tivemos uma relação especial porque ele tinha confiança em mim. Trabalhei como um animal mas foi um prazer trabalhar com ele. Aprendi que é preciso trabalhar muito para vencer".

Bayern Munique e Inter de Milão medem forças este sábado, às 19h45.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.