O treinador do Bayern Munique, Louis van Gaal, disse hoje que quando conheceu José Mourinho, seu antigo adjunto no FC Barcelona, estava longe de imaginar que o português viria a ser tão importante.

"Nunca pensei que viria ser um treinador tão importante, que se encontra entre os melhores do Mundo. E não há muitos que o possam dizer", referiu Van Gaal, lembrando os tempos em que o técnico do Inter de Milão, seu adversário na final da Liga dos Campeões, era adjunto.

"Conheci-o em Barcelona. Trabalhámos juntos, teve a oportunidade de se ir embora e continuou comigo. Era um técnico-adjunto muito bom e fazia relatórios fantásticos. De facto fiz algo que nunca tinha feito, deixei-o treinar", disse, “desfilando” uma série de recordações.

Em véspera de o Inter Milão, de Mourinho, defrontar no Santiago Bernabéu o Bayern Munique, de Van Gaal, na final da Liga dos Campeões em futebol, o treinador holandês "desfilou" recordações à imprensa.

Em relação ao primeiro encontro de ambos, numa reunião com Bobby Robson, então treinador do FC Barcelona, o antigo presidente do clube Jose Luis Nunez e Mourinho, Van Gaal revelou que esperava ser convidado para assumir a formação, mas que o foi para a equipa principal.

"Mourinho estava aborrecido. Furioso. Já nessa altura era especial e foi por isso, também, que o contratei. Essa é a minha filosofia", acrescentou.

Van Gaal admitiu que Mourinho é o melhor treinador da sua geração e quando questionado sobre se o técnico português terá o perfil certo para assumir o Real Madrid disse não querer influir nessa decisão.

"Não posso julgar como é, não sei como treina. Sei de uma forma genérica e também que fez do Inter Milão uma grandíssima equipa", referiu.

O treinador disse também ter visto os jogos do Inter Milão com o Chelsea e com o FC Barcelona, em que José Mourinho encontrou "uma maneira de ganhar" e que "tacticamente é bom".

"Também tem que convencer os jogadores, isso faz parte da arte do treinador e creio que nesse aspecto também é muito bom", acrescentou.

O holandês, que em 1995 levou o Ajax à conquista da Liga dos Campeões, considerou ainda que a sua filosofia "é atacar" e que Mourinho "é mais defensivo", mas que tem jogadores que podem decidir um jogo.

À semelhança de Mourinho, Van Gaal pensa que Chelsea, FC Barcelona e Manchester United estão uma nota acima dos outros, mas sublinhou que, no sábado, o Bayern Munique poderá sagrar-se campeão europeu e que "o desporto é assim".

"Existe sempre a possibilidade de uma equipa menos cotada ganhar", concluiu o técnico, que se mostrou muito orgulhoso por estar na final, no Santiago Bernabéu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.