O Shakhtar Donetsk, de Paulo Fonseca, derrotou o Hoffenheim por 3-2, em jogo da 5.ª ronda do Grupo F da Liga dos Campeões.

Os campeões ucranianos estiveram a vencer por 2-0, permitiram o empate dos alemãs mas, nos descontos, o brasileiro Taison deu a vitória ao Shakhtar Donetsk. Os três pontos permite a equipa de Paulo Fonseca sonhar ainda com apuramento, já que soma cinco pontos, menos dois que o Lyon, segundo colocado. Na última ronda o Shakhtar recebe os franceses.

A precisar de vencer para continuar na luta pelo apuramento aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o Shakhtar Donetsk entrou a todo o gás no Wirsol Rhein-Neckar-Arena. A formação de Paulo Fonseca chegou aos 2-0 ainda no primeiro quarto de hora de jogo frente ao Hoffenheim: o lateral esquerdo brasileiro Ismaily, jogador que já passou pelo Olhanse e SC Braga, inaugurou o marcador aos 14 minutos.

Taison, outro dos brasileiros da formação campeã ucraniana, fez o 2-0, no minuto seguinte. A entrada era que Paulo Fonseca esperava mas era preciso esperar pela resposta dos alemães.

Resposta essa que chegou ainda no primeiro tempo. Primeiro por Andrej Kramaric, a reduzir logo aos 17 minutos. O empate chegaria por Steven Zuber, aos 44.

No segundo tempo a formação alemã ficou reduzida a dez unidades, após a expulsão de Adam Szalai, que viu dois amarelos em apenas dois minutos (58 e 60).

A equipa de Paulo Fonseca ficava com meia hora a jogar com mais, para tentar chegar à vitória, que só chegou nos descontos, graças a um golo de Taison.

Os três pontos permite a equipa de Paulo Fonseca sonhar ainda com apuramento, já que soma cinco pontos, menos dois que o Lyon, segundo colocado. Na última ronda o Shakhtar recebe os franceses.

No outro jogo deste Grupo F, o Manchester City foi até França empatar com o Lyon a duas bolas e garantir um lugar nos oitavos-de-final. Na derradeira jornada os campeões ingleses podem segurar o primeiro lugar se o Lyon não vencer na Ucrânia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.