O Benfica foi hoje derrotado pelo Leipzig, por 2-1, na estreia na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, em jogo da primeira jornada do Grupo G, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.

No final do encontro, Rúben Dias analisou a prestação dos encarnados em declarações à 'Eleven Sports' .

"Não devemos olhar sempre para o que falhou, mas sim para o que fizemos de bom. Penso que foi uma grande exibição da nossa equipa. Acabou por ser um jogo de futebol muito bom. Isto é a Champions. Acabámos por criar muitas ocasiões, mas na Champions é a eficácia que dita tudo. Eles conseguiram fazer dois golos e nós um. É o que faz a grande diferença. Faz parte do jogo. Em nada o resultado mancha o que foi a exibição da equipa. Com o número de alterações que a equipa teve, conseguimos protagonizar um grande jogo. A equipa está de parabéns", começou por dizer.

Questionado sobre a exibição dos jogadores mais jovens, como Jota e Tomás Tavares, o defesa referiu que "não há qualquer missão especial". "Eles treinam connosco todos os dias, estamos todos juntos na mesma equipa. Faz parte do processo natural. Como ficou provado, deram a resposta sem qualquer tremelique. Estão aqui como qualquer um dos outros, para ajudar", garantiu.

"Claro que queremos somar pontos, mas não facilitaria mais se ganhássemos ou complicaria perdendo. Há muito jogo para disputar", garantiu, quando questionado se a derrota complicaria a passagem do Benfica aos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.