O jornal italiano 'Corriere dello Sport' avança esta sexta-feira que a Roma está a ponderar apresentar uma queixa junto da Comissão Disciplinar de Nyon devido aos preços praticados pelo FC Porto no jogo da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Cada adepto dos 'Giallorossi' que queira deslocar-se à cidade Invicta e assistir ao encontro no estádio do Dragão terá de pagar 50 euros.

De acordo com a mesma fonte, o emblema italiano quer que a discrepância de valores entre os associados e restantes adeptos não seja tão grande, fazendo valer os regulamentos da UEFA, uma vez que o FC Porto não costuma fazer distinção entre adeptos da casa e visitantes, mas sim entre sócios e público geral.

O preço dos bilhetes que estão à venda na bilheteira online dos 'dragões' variam entre os 18 e os 22 euros para os sócios. Já para o público em geral têm um custo de 50 euros.

Na época passada, um problema semelhante envolveu o Anderlecht e o Bayern Munique. O clube belga cobrava cerca de 100 euros para a receção ao emblema alemão, mas após uma queixa do clube bávaro, o Anderlecht foi obrigado a a devolver 30 euros a cada adepto visitante (os bilhetes para os sócios custavam cerca de 40 euros).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.