O extremo holandês marcou aos 74 minutos, com um remate de primeira de fora da área, e deu a vitória nos quartos de final à formação germânica, que beneficiou dos dois tentos marcados fora de portas, após o 2-1 registado no encontro da primeira mão, na Alemanha.

O Bayern Munique esteve com um pé fora da "Champions", depois de um início de encontro devastador por parte do Manchester United que chegou a estar a vencer por 3-0, com um golo de Gibson e um "bis" de Nani, mas Olic e Robben deitaram por terra as esperanças dos "red devils", que jogaram grande parte do segundo tempo reduzidos a 10, por expulsão de Rafael.

O triunfo dos germânicos, que vão agora defrontar o Lyon nas "meias", deixa também sem glória o português Nani, que assinou uma das suas melhores exibições com a camisola do Manchester United e que incluiu um bonito golo de calcanhar.

Depois de na véspera Alex Ferguson ter confirmado a ausência de Wayne Rooney devido a lesão, o avançado inglês apareceu com surpresa no "onze" do técnico escocês, que viu a sua equipa marcar dois golos logo nos primeiros 10 minutos.

O médio Gibson abriu o marcador, aos três minutos, com um remate traiçoeiro de fora da área, e Nani aumentou a vantagem, aos sete, com um golo de calcanhar, após centro da direita do equatoriano Valência.

O vendaval ofensivo dos ingleses continuou na primeira parte e o extremo português voltou a fazer o gosto ao pé, com um bom remate já dentro da área, com nova assistência de Valência, aos 41 minutos.

Contudo, perto do intervalo, Olic fez renascer a esperanças bávaras ao bater Van der Sar com um remate rasteiro depois de ter ganho o lance a Carrick.

Nos primeiros instantes da segunda metade, Fábio viu o segundo amarelo, e o correspondente, e deixou o Manchester United a jogar com menos uma unidade, obrigando Alex Ferguson a trocar Rooney pelo defesa O'Shea, ficando apenas Nani na frente.

Com o "red devils" fechados na defesa, Robben assinou o momento da noite, aos 74 minutos, com um remate de primeira em deixar cair a bola, após um canto de Ribery, num lance que fez gelar os cerca de 50 mil adeptos presentes em Old Trafford.

Até final, o técnico do Manchester United ainda lançou Berbatov e Giggsm mas o Bayern Munique manteve o controlo da partida e nunca deixou a formação inglesa chegar com perigo à baliza do ex-benfiquista Hans-Jorg Butt.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.