A procuradoria alemã decidiu reconstituir esta terça-feira o atentado verificado contra o autocarro da equipa de futebol Borussia Dortmund para tentar encontrar novas pistas sobre o ataque, ocorrido há uma semana e que ainda não foi reivindicado.

Na reconstituição participaram elementos da Agência Federal de Investigação Criminal (BKA) e das forças de segurança do estado da Renânia do Norte, onde se encontra a cidade de Dortmund, segundo fontes policiais.

O objetivo da operação é reproduzir o mais fielmente possível o ataque daquele dia, quando três artefactos explodiram à passagem do autocarro do Dortmund, que se deslocava para o estádio para defrontar os franceses do Mónaco para a Liga dos Campeões, tendo ficado feridos o defesa espanhol Marc Bartra e um polícia que fazia parte da escolta do autocarro.

O encontro foi adiado para o dia seguinte e disputou-se debaixo de reforçadas medidas de segurança, tendo os monegascos vencido por 3-2.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.