James Pallotta não reagiu bem à eliminação da AS Roma da Liga dos Campeões e citado pela conta oficial de Twitter do emblema italiano mostrou o seu desagrado para com a equipa de arbitragem do encontro com o FC Porto.

"O ano passado exigimos VAR na Liga dos Campeões porque nos 'lixaram' nas meias-finais e esta noite havia VAR e mesmo assim fomos roubados. O Patrick Schick foi claramente derrubado na área, o VAR mostrou isso mesmo, e nada foi assinalado. Estou farto desta porcaria. Desisto", disse o presidente da AS Roma.

Em causa está um lance aos 120 minutos de jogo, em que Moussa Marega alegadamente derruba Patrik Schick na grande área do FC Porto. James Pallotta considera que ficou por marcar uma grande penalidade a favor da sua equipa.

O FC Porto garantiu, esta quarta-feira, a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões ao bater a equipa romana por 3-1 no Estádio do Dragão. A equipa portuguesa precisou de 180 minutos para carimbar a passagem à fase seguinte da prova milionária, onde já estão Ajax, Tottenham e Manchester United. Soares, Marega e Alex Telles fizeram os golos portista.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.