O treinador do Olympiacos, Pedro Martins, assumiu hoje que é objetivo da equipa grega ‘roubar’ um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol aos favoritos Tottenham e Bayern Munique.

Depois de uma fase de apuramento em que teve de ultrapassar o Krasnodar, ‘carrasco’ do FC Porto, no ‘play-off’ de acesso à fase de grupos, o Olympiacos está inserido no Grupo B, juntamente com os ingleses, os alemães e os sérvios do Estrela Vermelha.

O técnico português reconhece o favoritismo de londrinos e bávaros, mas não enjeita a possibilidade de baralhar as contas do grupo.

“Vamos encontrar duas equipas fortíssimas, mas devo relembrar que no nosso estádio não é fácil jogar. É possível ter um dia muito bom e apanhá-los menos bem, mas reconhecemos que Bayern e Tottenham são os principais candidatos. Se não conseguirmos mais, pelo menos queremos chegar à Liga Europa”, disse Pedro Martins aos jornalistas, à margem da Soccerex, que decorre em Oeiras.

Completamente adaptado ao futebol e à cultura grega, Pedro Martins admite que o começo de época está a correr muito bem, tendo-se cumprido desde já um dos grandes objetivos, precisamente a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Era um grande objetivo entrar na competição, quer para o clube, quer para o futebol grego. A Liga dos Campeões é um marco importante, pela visibilidade que dá ao clube, aos jogadores e ao futebol grego, mas também pelo fator financeiro”, sublinha o treinador, avançando que o outro grande objetivo da temporada é “reconquistar o campeonato”.

Com dois jogos disputados na liga grega, o Olympiacos está entre os líderes, com o pleno de seis pontos, e na primeira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões recebe o Tottenham, finalista vencido da última edição da prova.

A Soccerex, evento que junta ex-jogadores, dirigentes e outros agentes para debater a indústria do futebol, estreia-se em Portugal e, entre quinta e hoje, passam por Oeiras nomes conhecidos da modalidade, como o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, o presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, o antigo selecionador de França Gerard Houlier e os ex-futebolistas Christian Karembeu e Deco, entre outros, espalhados por diferentes conferências e temas que vão desde a forma de liderança no futebol europeu a novas áreas, como os e-sports.

A Soccerex organiza estes fóruns desde 1995, tendo já passado por 19 cidades e 13 países diferentes. Este ano, a organização fez uma aposta em "mercados emergentes no futebol" e já passou também pela China, em maio, marcando ainda presença nos Estados Unidos da América, em novembro. A realização da Soccerex na Europa cabe pela primeira vez a Portugal, com Oeiras a acolher mais de 60 oradores no ciclo de dois dias de conferências.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.