O Benfica foi hoje derrotado pelo Leipzig, por 2-1, na estreia na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, em jogo da primeira jornada do Grupo G, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa. No final do jogo, Julian Nagelsmann analisou a prestação da sua equipa.

O jogo

"É muito importante começar com uma vitória. O Benfica fez um jogo bastante bom, especialmente na primeira parte. Conseguiu neutralizar algumas situações de pressão. Todas as equipas europeias jogam bom futebol, têm jogadores talentosos. Houve dois ou três momentos em que tivemos mais sorte do que o Benfica. A situação podia ter sido diferente, mas estamos contentes por ter conquistado três pontos aqui em Lisboa. Também sabemos que há trabalho a fazer, mas estamos satisfeitos.

Na primeira parte tivemos boas situações, mas deixámos sempre o adversário sair com bola. Isso não me agradou. Depois também tivemos alguns momentos em não fomos tao agressivos. Não fomos touros, fomos antes novilhos. Na segunda parte tivemos mais controlo, conseguimos controlar melhor o jogo entre linhas, e para além dos dois golos tivemos outras oportunidades."

Favoritismo

"Temos que lutar com o Benfica, mas também com o Lyon e o Zenit. Já na antevisão tinha respondido à questão do favoritismo. ontem respondi à questão do favoritismo. O resultado podia ter sido diferente: 2-2, 3-3 ou 4-4. Mas começámos bem."

Discutir o 1º lugar com o Benfica

"Não sei. Não sou vidente. Também já jogámos contra o Lyon, e defrontámos uma excelente equipa. Sabemos que houve um empate entre Lyon e Zenit, e estão a dois pontos de nós. Se ganharmos o próximo jogo ficamos em boa posição, mas por outro lado, se não for esse o resultado, também podemos partir outra vez do zero. As quatro equipas estão na corrida."

Lesão de Laimer

"Foi algo na coxa. Talvez não possa jogar com o Bremen. Foi uma pancada forte, mas ainda não temos informações precisas. Parece que não há nada de grave, mas ainda não fez exames complementares. Depois do jogo já mexia bem a perna, esperamos que não seja nada dramático."

Timo Werner

"Já tinha estado muito bem com o Borussia Moenchengladbach e o Bayern de Munique. Na segunda parte conseguiu exercer mais pressão. Tem uma passada muito rápida e consegue criar oportunidades. Há jogadores que decidem, que marcam golos, e ele marcou dois golos. O primeiro golo foi inteligente, conseguiu colocar-se muito bem atrás da bola e finalizou muito bem. É importante ter jogadores que fazem a diferença e marcam golos. Esperemos que continue como até aqui."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.