Na véspera do Inter-CSKA, o técnico português falou de "alguma coisa um bocado cinzenta" no clube russo, aludindo ao sucedido com Sergei Ignashevish e Alexei Berezutski, controlados positivamente em Dezembro.

"É um adversário que tem alguma coisa um bocado cinzenta no seu percurso até aqui, uma coisa de que no entanto não quero falar. Mas isso não impede [o CSKA] de ser uma boa equipa, que merece o nosso respeito", começou por dizer Mourinho, na habitual conferência de imprensa antes de um jogo da Liga dos Campeões.

Questionado sobre o que haveria de "cinzento" com o CSKA, explicou depois que "se há dois jogadores que vão ao controlo antidoping e que encontram uma substância que não está autorizada em competição, há alguma coisa de cinzento".

Em Dezembro, Ignashevich e Berezutski foram controlados positivamente (estimulante), após o jogo com o Manchester United, da fase de grupos da Liga dos Campeões, disputado em 03 de Novembro.

Ambos foram suspensos por um jogo pela UEFA, enquanto o clube de Moscovo foi multado em 25 000 euros.

O CSKA defendeu-se explicando que o médico do clube se tinha esquecido de assinalar às autoridades antidopagem que os dois jogadores tinham de tomar um medicamento contra a constipação, que necessita de um pedido de autorização para fins terapêuticos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.