O Valencia não foi além de um empate a duas bolas na recepção ao Chelsea, em jogo da 5.ª ronda do Grupo H da Liga dos Campeões. O empate permite as duas equipas manterem o sonho de apuramento, já que ambas somam oito pontos cada.

No grupo H, os dois líderes encontraram-se em Valência, com a equipa da casa a desperdiçar, nos últimos minutos, uma série de remates que lhe dariam a vitória, já depois de Kepa defender um penálti de Parejo.

Antes, o ex-Benfica Rodrigo encontrou Soler para o primeiro golo, aos 40, um minuto antes de o croata Kovacic igualar, num remate de fora da área.

No segundo tempo, e já sem o belga Batshuayi, que saiu lesionado ao intervalo, a equipa de Frank Lampard colocou-se em vantagem aos 50, graças a um golo do norte-americano Pulisic, num lance polémico em que os ‘che’, que tiveram Thierry Correia no banco, pediram falta de Zouma.

Depois de Kepa defender o penálti do ‘capitão’ Parejo, um Valência errático conseguiu ainda assim igualar, num cruzamento do dinamarquês Wass que acabou por bater no poste e entrar, aos 82, antes de os espanhóis desperdiçarem várias oportunidades de golo.

Antes do Lille-Ajax, pelas 20:00, Valência e Chelsea somam oito pontos, na frente do grupo, contra sete dos holandeses e apenas um dos franceses.

*Artigo atualizado

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.