O FC Porto qualificou-se hoje pela 10.ª vez na sua história para o ‘top 8’ da principal prova europeia de clubes, ao superar a Roma nos oitavos de final da edição 2018/19 da Liga dos Campeões em futebol.

A formação ‘azul e branca’ superou em casa a formação transalpina por 3-1, após prolongamento, depois do desaire fora por 2-1, repetindo 1986/87, 1990/91, 1992/93, 1993/94, 1996/97, 1999/00, 2003/04, 2008/09 e 2014/15.

Os ‘dragões’ conseguiram oito dos seus 10 lugares entre os oito melhores na ‘era’ Champions (desde 1992/93), para apenas dois antes desse período, em 1986/87, rumo ao seu primeiro cetro europeu, e em 1990/91, para cair nos ‘quartos’.

Depois de a Taça dos Campeões dar lugar à Liga dos Campeões, há 26 anos, os ‘azuis e brancos’ conquistaram um segundo cetro, em 2003/2004, e somaram uma eliminação nas meias-finais, em 1993/94.

Em 1996/97, 1999/00, 2008/09 e 2014/15, o FC Porto ficou-se pelos quartos de final e em 1992/93 na fase de grupos, então apenas para os oito melhores (dois grupos de quatro).

No que respeita ao ‘ranking’ português, o Benfica, bicampeão europeu (1960/61 e 61/62), tal como os ‘dragões’, lidera destacado, com 18 presenças nos quartos de final.

Desde que foi criada a Liga dos Campeões, os ‘encarnados’ só conseguiram, porém, quatro presenças no ‘top 8’ metade das do FC Porto, e nunca passaram dos quartos de final (1994/95, 2005/06, 2011/12 e 2015/16).

Além das ‘águias’ e dos ‘dragões’, só uma outra equipa portuguesa, e apenas uma vez, conseguiu chegar aos quartos de final, o Sporting, em 1982/83.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.