"É evidente que o grande objectivo foi alcançado", afirmou Domingos Paciência, na conferência de imprensa após o jogo no Celtic Park.
Mas, a alegria fica manchada pela derrota, já que, lembrou, os minhotos apresentaram-se para vencer.

Os "arsenalistas" começaram a ganhar, com um golo do brasileiro Paulo César (20 minutos), mas os escoceses viraram o resultado na segunda metade, com tentos do inglês Gary Hooper (52) e do mexicano Efrain Juarez (79).

"Pena é que não tivéssemos feito o 2-0 numa situação de transição em que podíamos ter acabado com o jogo. Acabámos por sofrer dois golos e perder um jogo que foi sempre bem controlado, um bom jogo por parte da equipa em termos defensivos", lamentou o técnico.

Ainda sem conhecer o próximo adversário, Domingos Paciência acredita que o Sporting de Braga tem "todas as condições para continuar a trabalhar e continuar a acreditar" numa progressão na prova.

"Há uma eliminatória que nos pode levar à fase de grupos da Liga dos Campeões e é esse o grande objectivo", afirmou, embora reconheça que "não há adversários fáceis".

Domingos não concordou com a sugestão dos jornalistas britânicos de que a eliminatória foi "fácil", salientando que o golo marcado hoje "acabou por sentenciar a eliminatória".

"O Celtic tem boa equipa, mas acabou por fazer um mau resultado em Portugal e esse resultado afastou o Celtic", concluiu.
Sevilha, Werder Bremen, Zenit, Tottenham e Ajax são os possíveis adversários da equipa portuguesa no “play-off”, com sorteio marcado para sexta-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.