Valeu à equipa de Domingos Paciência o resultado de 3-0 em Braga, na passada semana, já que esta noite perdeu em Glasgow por 2-1. No computo das duas mãos, o Sporting de Braga é um justo vencedor, mesmo que esta noite não tenha sido tão eficaz.

A equipa lusa até entrou a vencer, com um golo de Paulo Céaar, aos 20 minutos, resultado que se manteve até aos 51’, quando o Celtic empatou, e que viria a ser dilatado, aos 77’, por Suarez.

Na primeira parte, além do golo de Paulo César, não houve grandes ocasiões para o Celtic empatar. Apenas por uma vez, Samaras assustou, mas desviou mal a bola e Paulo César, aos 26’, poderia ter feito o bis e ampliado a vantagem.

À entrada para o segundo tempo, foram os arsenalistas a poder ampliar a vantagem, com Alan, novamente, no cruzamento, mas ninguém na área conseguiu dar bom seguimento ao lance. E como quem não marca, sofre, foi isso que aconteceu aos 51’.

Fortuné recebeu um passe do meio-campo e cruzou bem para o centro da área, onde Hooper rematou com força para o golo do empate.

Depois do golo dos escoceses não foram muitas as oportunidades do Sporting de Braga para se colocar novamente em vantagem (apenas ao minuto 77 Elderson tentou a sua sorte), com o Celtic à procura de eliminar a vantagem de quatro golos dos bracarenses.

E ainda conseguiram reduzir para dois golos de diferença, quando Efrain Juarez (79') deu bom seguimento ao cruzamento tenso de Samaras.

Mesmo assim, o Sporting de Braga está a um passo da entrada na Liga milionária, pela primeira vez na sua história.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.