Carlo Ancelotti defende que jogadores como Cristiano Ronaldo devem ter total liberdade em campo. O agora técnico do Everton esteve à conversa com o antigo jogador inglês Jamier Carragher para a 'Sky Sports', onde falou dos tempos em que treinou o jogador português no Real Madrid.

"Não é preciso construir uma equipa à volta de Cristiano Ronaldo. Há que deixá-lo, tal como disse com Zidane, o mais confortável possível em campo. Não devemos ter uma abordagem defensiva rígida com estes jogadores, porque eles estão mais envolvidos na manobra ofensiva. Há outros jogadores que têm de estar mais envolvidos na parte defensiva", começou por explicar o treinador italiano.

Ancelotti lembrou que os jogadores "têm de trabalhar todos juntos, porque a equipa é o mais importante", mas há atletas que, pela sua qualidade, devem ter liberdadade para se expressarem em campo.

"A avançados como Ronaldo, que são capazes de marcar em todos os jogos, não se deve dar muita informação sobre o que devem fazer defensivamente", completou. Ancelotti deixou ainda rasgados elogios ao craque português.

"É a parte mais fácil de ser treinador de um fantástico jogador porque ele é profissional, sério, tem personalidade e está sempre motivado", elogiou.

O treinador italiano chegou a Madrid em 2013, numa altura em que os merengues perseguiam a tão ambicionada 10.ª Liga dos Campeões da sua história. A tarefa não era fácil já que o Real Madrid não vencia a prova milionária há 12 anos.

"Quando eu cheguei, a equipa vinha de alguns problemas nos últimos anos e o facto de não ganharem a Liga dos Campeões há 12 anos tornou-se uma obsessão para o Real Madrid. Tive sorte por tê-la conquistado no primeiro ano", recordou o técnico que quebrou o enguiço ao vencer a Champions frente ao Atlético Madrid no Estádio da Luz em 2014, com Cristiano Ronaldo, agora jogador da Juventus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.