Cristiano Ronaldo voltou à competição pelo Real Madrid, fazendo o que mais sabe: golos. O internacional português bisou na vitória por 3-0 dos merengues em casa diante do APOEL Nicósia, em jogo da primeira ronda do Grupo H da Champions.

Depois dos cinco jogos de castigo que lhe foi aplicado pela justiça desportiva espanhola (falta cumprir um), Ronaldo só poderia jogar na Seleção e na Champions. Ajudou Portugal com golos e assistências nas duas vitórias da Seleção ante Hungria e Ilhas Faroé na caminhada rumo ao Mundial2018 e esta noite voltou a ser decisivo pelo Real Madrid.

Aos 12 minutos, CR7 aproveitou um centro de Bale na esquerda e encostou para o 1-0, marcando assim pela sexta época seguida na primeira ronda da Champions.

Num jogo onde só deu Real Madrid, os campeões europeus e espanhóis fizeram o 2-0 aos 51 minutos, outra vez por Cristiano Ronaldo, na transformação de uma grande penalidade. Era o golo 107 na Liga dos Campeões, ele que procura ser o melhor marcador da prova pela sexta vez.

Sergio Ramos, sempre ele, também marcou, fazendo o 3-0 aos 61 minutos, num pontapé de bicicleta, após passe de Bale.

Na formação do APOEL, o português Nuno Morais foi titular.

Bicampeões europeus, os merengues procuram o terceiro título consecutivo na Liga dos Campeões.

No outro jogo do grupo o Tottenham recebeu e venceu o Borussia Dortmund por 3-1, com golos de Heung-Min Son e um bis de Harry Kane. Andriy Yarmolenko (um golaço) fez o tento dos alemães.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.