José Mourinho e o seu Inter de Milão e Louis Van Gaal e o Bayern de Munique, buscam hoje, em Madrid, a conquista do terceiro título da temporada na final da Liga dos Campeões em futebol.

Tanto o treinador português, de 47 anos e que se manteve no "Barça" entre 1997 e 2000 - mesmo após o mentor inglês Bobby Robson ceder o posto ao holandês -, como Van Gaal, de 58, já conquistaram campeonato e taça, na Itália e na Alemanha, podendo juntar-lhes agora a suprema glória europeia, algo que nenhum clube transalpino ou germânico jamais conseguiu.

De resto, só FC Barcelona (2009), Manchester United (1999), Celtic de Glasgow (1967) e PSV Eindhoven (1988) alcançaram tamanho feito.

A carreira de cerca de nove anos e meio de Mourinho rendeu 16 grandes troféus em três países, com o recente bicampeonato transalpino, e os "tiffosi" milaneses confiam na reedição dos êxitos continentais de 1964 e 1965, nesta sua quinta presença na final da mais importante prova europeia.

O jogo do Estádio Santiago Bernabéu pode, contudo, ser o último de Mourinho pelo Inter e o primeiro de muitos do setubalense na casa do Real Madrid, uma vez que é dado como provável sucessor do técnico chileno Manuel Pellegrini no comando dos “merengues”.

O treinador holandês, tal como Mourinho com o FC Porto (2004), já conquistou uma "Champions", com o Ajax (1995), e quem vencer em Madrid junta-se ao austríaco Ernst Happel (Feyenoord e Hamburgo) e ao alemão Ottmar Hitzfeld (Borussia Dortmund e Bayern Munique) como técnicos campeões europeus por clubes diferentes.

A equipa bávara, pela oitava vez numa final da maior competição continental, pode mesmo igualar os cinco títulos do Liverpool, caso reedite as suas conquistas de 1974, 1975, 1976 e 2001.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.