Yerry Mina foi apresentado, este sábado, como jogador do Barcelona, num momento insólito e curioso. O central colombiano tirou as meias e os sapatos e subiu ao relvado do Camp Nou completamente descalço. Um ritual que pode ser visto como estranho, mas que Mina já tinha feito quando foi apresentado como reforço do Palmeiras, no Brasil e que tem a ver com a religião: para mina um campo de futebol é um local sagrado.

"Faço-o em minha casa. Há uma frase no Brasil que diz: ´com a planta dos pés tocarás no terreno que queres conquistar`. E eu quero fazer história aqui, com todos", explicou Mina.

Antes da apresentação, o possante defesa central (1,95 metros) esteve no treino do clube e recebeu um cumprimento muito especial.

"Foi especial conhecer Messi. Para mim é o melhor jogador do mundo. A primeira impressão que tive dele foi a sua humildade. Arrepiei-me quando se aproximou de mim no balneário", atirou.

No Camp Nou, Mina foi apresentado perante 8552 adeptos.

"Visca Barça", começou por gritar, num estádio quase vazio. "Estou muito contente por estar aqui em Barcelona", continuou o colombiano, sempre em catalão.

"Agora quero aprender muito com os meus companheiros e trazer a minha pequena contribuição. Estarei com os pés na terra e os olhos no céu", garantiu, agora em espanhol.

O presidente do Barcelona destacou o facto de Yerry Mina ser o primeiro colombiano a envergar a camisola do clube e assinalou a vontade do jogador em ir para Camp Nou.

"Yerry tem talento e um grande percurso e espero que dê um grande contributo a equipa nos próximos anos. Sei que queria vir há anos. Chegou o momento", comentou.

Yerry Mina custou 11,8 milhões de euros ao Barcelona. Assinou por cinco épocas e meia e fica com cláusula de rescisão de 100 milhões de euros. O central colombiano de 23 anos vem colmatar a mais que provável saída de Mascherano do clube.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.